domingo, maio 17, 2009

Lula sempre foi levado pelas mãos: Suplicy, é seu wind

.
Desde que foi convidado por Eduardo Suplicy para uma reunião de comunistas acadêmicos da USP, 
nos final dos anos 70 que Lula nunca mais se perdeu de seu mentor e na verdade o seu Embaixador.
Suplicy tem na mente um grande projeto de unificação da humanidade e pensa o PT e Lula com uma 
grandeza que não existe. Sua utopia e forma purísta de ver, acreditar num mundo socialista possível 
é de um romantismo estarrecedor.
Um de seus sonhos, já desfeito pelo desgaste, é o de seu casamento com Marta Suplicy. Seus filhos,
não são lá o que chamamos de bem sucedidos. 

Quem não votou em Suplicy em São Paulo por ter em quem votar?  É dose votar num Senador que  fale os “pobrema” da gente.

Suplicy, é alguém que já  adotou normas de vida em prol dos menos favorecidos. Fez suas experiências de como se colocar no lugar do outro. Está certo que ele sabia que mais dias ou menos dias, voltaria para o seu conforto de quatrocentão. Mas  dormiu no Carandiru para evitar a invasão da tropa de choque;  dormiu com os companheiros do MST,  para evitar que  seguranças de fazendeiros dessem uns perdidos por lá ou  a própria polícia; conviveu entre os bóias-frias; correu a São Silvestre e remou no rio Pinheiros. Ufa!

Mas  a coisa mudou de figura nos últimos anos. Os antagonismos se acirraram, e nem o senador, com toda sua coerência, - ele é coerente, apesar de levar séculos para provar isso em uma frase -  não acordou que pertencer ao PT, hoje, é assinar atestado de, no mínimo, conivência com a a rapinagem e assassinos.

Parece que Suplicy se tornou uma escada para aproveitadores. A despeito de sua cultura e superação de 
uma aparente dislexia, o homem caminha para o ocaso.
PATÉTICO. Semana passada ele foi desafiado pelo Senador do PSDB - PA, Mário Couto, a assumir 
que não votaria a favor de um terceiro mandado para seu pupilo presidente. Quero ver ele voltar atrás, quanto à
palavra empenhada de que não assinará nenhum documento, 
projeto de lei ou coisa que o valha neste sentido.
Ele vai fazer muita terapia musical com Bob Dylan.
Desejo que ele não se perca em infinitas interrogações como a música que ele tanto aprecia.
Fiquem com a letra
Blowin' In The Wind
How many roads must a man walk down
Before you call him a man?
Yes, 'n' how many seas must a white dove sail
Before she sleeps in the sand?
Yes, 'n' how many times must the cannon balls fly
Before they're forever banned?
The answer, my friend, is blowin' in the wind,
The answer is blowin' in the wind.
How many years can a mountain exist
Before it's washed to the sea?
Yes, 'n' how many years can some people exist
Before they're allowed to be free?
Yes, 'n' how many times can a man turn his head,
Pretending he just doesn't see?
The answer, my friend, is blowin' in the wind,
The answer is blowin' in the wind. How many times must a man look up
Before he can see the sky?
Yes, 'n' how many ears must one man have
Before he can hear people cry?
Yes, 'n' how many deaths will it take till he knows
That too many people have died?
The answer, my friend, is blowin' in the wind,
The answer is blowin' in the wind.
E a tradução
Quantas estradas precisará um homem andar 
Antes que possam chamá-lo de um homem? 
Sim e quantos mares precisará uma pomba branca sobrevoar 
Antes que ela possa dormir na praia? 
Sim e quantas vezes precisará balas de canhão voar 
Até serem para sempre abandonadas? 
A resposta meu amigo está soprando no vento 
A resposta está soprando no vento  Quantas vezes precisará um homem olhar para cima 
Até poder ver o céu? 
Sim e quantos ouvidos precisará um homem ter
  Até que ele possa ouvir o povo chorar? 
Sim e quantas mortes custará até que ele saiba 
Que gente demais já morreu? 
A resposta meu amigo está soprando no vento 
A resposta está soprando no vento  Quantos anos pode existir uma montanha 
Antes que ela seja lavada pelo mar? 
Sim e quantos anos podem algumas pessoas existir 
Até que sejam permitidas a serem livres? 
Sim e quantas vezes pode um homem virar sua cabeça 
E fingir que ele simplesmente não ver? 
A resposta meu amigo está soprando no vento
  A resposta está soprando no vento
É A COBRA ENGOLINDO O DONO.
suplicy.jpg
1980. AGORA EU SOU UMA ESTRELA
Na certidão de nascimento assim estava escrito: Em São Paulo, no dia 10 de fevereiro de 1980, um domingo, às 11:30 horas, foi fundado o Partido dos Trabalhadores. A tomada do plenário captada pelas lentes do fotógrafo Juca Martins - a quem agradecemos a gentileza de permitir a utilização dessa sua imagem em nosso boletim - , no Colégio Sion, registra um retrato instigante das muitas histórias e pessoas que participaram da fundação do PT. Com o objetivo de estabelecer a lista dos presentes no momento inaugural do partido, o CSBH pede aos leitores do nosso boletim CSBH EM NOTAS e aos militantes que nos ajudem a reconhecer e a contatar as pessoas registradas por Juca Martins nesta foto:

2 comentários:

ocaipira disse...

Bons tempos aqueles em que Serra e FHC eram de esquerda. Militavam em movimentos estudantis, defendiam Jango no poder...
Foi-se o tempo.
Hoje viraram homens sem coração. São indivíduos que visam apenas poder e passam por cima de tudo e todos para tanto. Até por cima de você, autora deste blog.
Infelizmente não tem volta.
O governo populista está ai e caiu nas graças do povo. Povo que constrói esta Nação, ganha 450,00 reais por mês e leva a culpa por todos os problemas do Brasil...
O tucano-demos (infeliz alteração de sigla) agora terão que se reinventar. Terão que colocar as mão em um corrimão de ônibus. Sentir o sovaco do trabalhador suado e ouvir o que ele tem a dizer.
O Brasil não será mais o mesmo com a administração dos "petralhas". A face entreguista de outros tempos foi-se. O governo Lula ainda se aliou com a direita e não promoveu as reais reformas de cunho SOCIAL-DEMOCRATA.
É aguardar Dilma em 2010 e uma oposição responsável no próximo governo.
A oposição precisa se reinventar. Doar cobertores não irá mudar a face segregadora da sociedade brasileira.

José de Araújo Madeiro disse...

Lamentatavelmente o Senador Suplicy é um puritano.

Pela suas orígens, sabemos que é um homem de boa-fé e que está na política não em busca de vantagens financeiras, mas trabalhar por um mundo melhor.

Mas o puritanismo não é o sufuciente para conviver no meio desse galinheiro que se transformou a política e a conjuntura nacional, no particular do próprio PT que não quer largar o osso e passou a cometer as mais degradantes ilicitudes.

Pouco importam, no entanto, as conversas que ouvimos da SRA. Marta Suplicy, quando prefeita de São Paulo e ainda esposa do senador são terríveis para uma família decente, de posturas imprescindíveis para quem está na liderança e ocupando um cargo eletivo.

Infelizmente, eu mesmo não votaria numa pessoa portadora de tamanhas ingenuidades.

O homem público além do deve ser honesto,deve também ter a vivacidade, para não ser tratado pelos demais como um trouxa.

Att. Madeiro

Fora MST

Quem representa maior ameaça a paz mundial?

Clique e assine

 
©2008 Templates e Acessorios Por Elke di Barros