quarta-feira, dezembro 02, 2009

Muda a posição dos jornalistas e imprensa em geral sobre o cenário político brasileiro?

Míriam Leitão

"O Sarney é sim problema do Presidente Lula"

Mudança no tom do discurso de Lula foi mais radical. O presidente Lula tem mudado diariamente o que diz sobre o caso do presidente do Senado. Tempos atrás, disse que o senador José Sarney não é uma pessoa comum. Como se houvesse na democracia espaço para a ideia de cidadãos de primeira e segunda classe.
Depois, criticou a imprensa e disse que era preciso respeitar a biografia de Sarney. Depois, disse que uma coisa é matar e roubar, outra é nomear parente. Agora tenta, diante da opinião pública, se afastar de Sarney. Em outros casos em que aliados estavam em crise, Lula primeiro apoiou, depois disse que não era problema dele.
É problema dele. Lula tem mandado, desde o começo da crise, que toda a base política do governo apóie Sarney e faz isso porque está de olho em 2010. O presidente quer montar
palanques com o PMDB em todos os estados para a candidatura do governo.
Essa estratégia está provocando problemas até no PT, porque algumas candidaturas petistas nos estados estão sendo prejudicadas. É possível que agora o presidente Lula mantenha duas atitudes: em público, vai se distanciar de Sarney, nos bastidores tentará continuando apoiar o presidente do Senado.


Brasil precisa mudar de atitude
A decisão de desligar termoelétricas movidas a diesel é ótima, porque reduz emissões de gás de efeito estufa. Mas a medida do governo talvez não seja a melhor solução. O mundo tenta viabilizar energias alternativas, como eólica e solar.
Existe também uma pressão dos empresários pela redução das emissões de gás, o que é ótimo. O Brasil está mudando. O governo ainda não mudou. Os empresários querem que, na reunião de Copenhague, o mais importante encontro recente sobre o clima, o Brasil mude de atitude.
Antes, o Brasil dizia que não queria metas para redução de emissões. Mas as grandes empresas querem que o governo aceite metas.
Esse tipo de pressão funciona, como vemos com a campanha recente para que a carne não venha de áreas de desmatamento. Já tivemos também pressão para que a soja não seja produzida em áreas de desmatamento.


No Estadão:


Por Leandro Colon:
Na volta do recesso parlamentar, a partir de hoje, senadores vão pressionar para que o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), deixe o cargo até quarta-feira pela manhã, antes da reunião do Conselho de Ética que analisará onze ações contra o parlamentar. Caso Sarney resista, entrará em cena um movimento de boicote nas sessões presididas por ele.


Comento


Sabe quando até o lixo inglês vem parar em terras de Banânia?
O LIXO É AQUI. E não tem como gritar por socorro. Boa parte da imprensa é um latão, Um esgôto a céu aberto, mesmo.
Não é mais possível, tanta condescendência com que o babalorixá que não lê, não sabe de nada e não consegue se manter longe da imoralidade.
A imoralidade, a Presidência do país e boa parte da imprensa, estão sempre de mãos dadas.
Como é possível uma liquidificação tão generalizada da honra e da ética, hora entranhada na cultura de um país?
A grande verdade, é que grande parte do nosso povo usa o mesmo bigodão do Senador Sarney.
IMPRENSA, POLÍTICOS E O POVÃO QUE SEGUE A PATAQUADA COMO SE ISSO FOSSE A COISA MAIS NORMAL DO MUNDO.
Oh Looooord!

2 comentários:

MOMENTOBRASILCOM.COM disse...

Oi ADELINHA: Há um premo p/vcno Momentobrasilcom.com Aluta continua. Vamos acabar c/a corrupção no Brasil.Abrçs Roy Lacerda.

Anônimo disse...

ATENÇÃO BLOGUEIROS!

Por favor, repassem:

As Organizações Globo receberam "ordens" do Sr. Franklin "Goebbels" Martins, para não passarem nem de raspão pelo artigo do Sr. César Benjamin publicado na Folha em 27/11 e que ficou conhecido como o caso do "menino do MEP". Vamos pressionar os sites da Globo (G1) e de outros veículos de comunicação. Eles, os petralhas, estão com medo, com muito medo! A hora é agora, não deixem o assunto morrer, poderá haver desdobramentos mais escabrosos. Não desviem a atenção para o caso Arruda-DEM e nem para o caso Sato-Lurian, é tudo que eles querem. Lembrem-se do Collor, o impeachment só ocorreu por denúncias provenientes de sua própria "cozinha". Por favor, entre um post e outro, batam na mesma tecla. A denúncia é grave, tem que ser difundida para o exterior.

Fora MST

Quem representa maior ameaça a paz mundial?

Clique e assine

 
©2008 Templates e Acessorios Por Elke di Barros